sexta-feira, 23 de junho de 2017

Suas postagens lhe denunciam...

Estamos no século 21, a era digital, um tempo onde o conhecimento se alastra assustadoramente pela face da terra. O instrumento que torna possível essa rapidez no avanço do compartilhamento do conhecimento é a internet.

Existem muitos sites, páginas, redes sociais, etc., onde são compartilhadas milhares de informações a cada fração de segundo no mundo. E um fenômeno muito interessante, que veio com esse avanço na transmissão do conhecimento, foi que "as pessoas passaram a se expor mais", sem se darem conta disso. 

Dando uma olhada nas redes sociais podemos ver como isso é real. Para alguém expor sua vida na internet não é preciso muito; só a postagem de fotos já denunciam muitas coisas, como, por exemplo, o que gostamos de comer, onde gostamos de ir, viagens que fizemos, quem são nossos amigos e parentes, onde moramos (ainda que não forneçamos o endereço), dentre outras informações.

Em primeira instância, isso pode não parecer perigoso a nossa segurança; mas, de fato, representa um alto risco, se qualquer destas informações citadas acima, ou outras que possam ser deduzidas apenas pelas fotos postadas, forem parar nas mãos de pessoas mal intensionadas. 

Muitos espertalhões se aproveitam da exposição ingênua de algumas pessoas para praticar seus crimes, e muitos ficam impunes devido à facilidade que há de alguém agir e ao mesmo tempo ocultar sua verdadeira identidade na internet.

Desta forma, várias pessoas tem deixado de postar fotos pessoais, ou de compartilhar suas rotinas nas redes sociais por causa do perigo iminente. No entanto, há alguns anos atrás, uma outra motivação me fez parar de compartilhar detalhes da minha vida pessoal na internet: o conhecimento de Cristo.

Em um determinado momento da minha caminhada com Deus, comecei a perceber que compartilhar Cristo nas redes sociais valia muito mais a pena para mim do que postar informações sobre mim mesma. Quando tomei esta decisão e iniciei minha evangelização nas redes sociais que eu participava comecei a me sentir realmente útil, e gradualmente fui percebendo que estava alcançando pessoas sedentas e famintas da justiça de Deus até em outros países.

Esta foi sem dúvida, uma direção dada pelo Espírito de Deus. Foi uma das melhores decisões que tomei em minha vida. Hoje, alcanço muito mais pessoas pela internet divulgando a mensagem de salvação e o conhecimento de Cristo para a edificação da igreja, do que se eu fizesse este mesmo trabalho nas igrejas onde sou convidada a ministrar.

Divulgar a mensagem de salvação e o conhecimento de Cristo se tornaram a prioridade da minha vida, desde então. Quem acessa meus perfis nas redes sociais não encontra nada além de Cristo, Cristo e Cristo. Todas as informações que posto convergem para Ele. 

Posso dizer que minha vida hoje está apontando para Ele, ainda que eu tenha defeitos. Descobri que a melhor coisa que eu possa fazer enquanto estiver na terra é falar d'Ele, e anunciar seu maravilhoso Reino.

Assim sendo, quando tenho oportunidade de sentar em frente ao computador ou pegar o smartphone para olhar o Instagram, Twitter ou Facebook, imediatamente vem a minha mente a lembrança da necessidade de anunciar o Reino de Deus para que pessoas sejam salvas da condenação à morte eterna, e eu acabo mesmo fazendo isso. O amor de Deus operando em nós faz exatamente assim: deseja a salvação do seu próximo.

Há alguns anos atrás, antes de tomar essa decisão, não imaginava os benefícios que eu estava perdendo (pois o Senhor recompensa e coopera com aqueles que anunciam Seu Reino), e o tempo que eu perdia sem frutificar para Deus (pois Ele deseja que frutifiquemos através da anunciação da mensagem de salvação). 

Eu finalmente entendi que precisava dar os frutos que o Senhor ensinou que deveríamos dar, e que Ele estava me dando ferramentas e oportunidades para isso dentro ou fora das denominações, usando apenas um smartphone, um notebook, ou um computador comum em qualquer lugar. 

Pois é, hoje, nossas atitudes rotineiras, conjuntamente com nossas postagens na internet de uma forma geral, nos denunciam. Elas mostram o que realmente é mais importante em nossas vidas, o que estamos priorizando, o que estamos colocando em primeiro lugar. Creio que estamos num momento em que, com a proximidade da vinda de Cristo, devemos examinar com cuidado nossas vidas e ver quais são mesmo nossas prioridades.

Um cristão verdadeiro sempre vai priorizar Cristo, e a divulgação do Seu Reino. E é claro que tudo deve ser feito com moderação, sem exageros, mas, usando com sabedoria o tempo e as oportunidades que vão surgindo para que façamos o trabalho que Ele nos designou para fazer. 

A palavra de Deus nos orienta como devemos proceder como cristãos neste mundo, sendo Sal e Luz enquanto estamos aqui, além de recebermos a direção do Espírito de Deus que nos guia em toda a verdade. Podemos ser instrumentos poderosos nas mãos do Senhor, mas, sem deixarmos de lado nossos afazeres diários, sem deixarmos de cuidar e atender aos nossos familiares, e sem deixarmos de cuidar de nós mesmos.

Há tempo para tudo debaixo do sol... Que o Senhor possa falar aos corações através desta postagem.


Missionária Oriana Costa.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo(a) ao Blog Sala Gospel. Sua mensagem será avaliada e se obedecer aos critérios de boa conduta será postada em breve. Agradecemos a compreensão.

Sigam-me - Considerações sobre Mateus capítulo 4 - Parte 3

 Em breve mais uma postagem. Aguardem! ☺️