segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Estamos no fim dos tempos.


Atualmente, podemos observar um grande avanço na tecnologia que se acelera com o passar dos anos, principalmente no que se refere à transmissão de informações. Hoje, se quisermos, nós ficamos sabendo o que está acontecendo no mundo inteiro em questão de segundos, e não somente isso, mas também podemos aprender coisas novas a partir de conhecimentos que estão espalhados ao redor de todo o planeta com muita facilidade, ainda que estejam expressos numa língua diferente da nossa. 

Algumas pessoas acham que isso é bom, contudo, não conseguem ver nada mais do que um desenvolvimento natural ligado à inteligência humana. 

De fato, se observarmos esse desenvolvimento com os olhos naturais, ou somente pela visão material e natural das coisas, ele irá aparentar algo comum e que de qualquer maneira teria de acontecer com o passar do tempo. Porém, ele é descrito na palavra de Deus como UM DOS SINAIS de um determinado acontecimento:

Mas você, Daniel, feche com um selo as palavras do livro até o tempo do fim. Muitos irão ali e acolá para aumentarem o conhecimento. (Daniel 12:4, NVI)

E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará. (Daniel 12:4, ACRF)

Lendo este trecho do livro de Daniel, constante no Antigo Testamento da Bíblia, notamos que haverá sim um tempo final para a humanidade sobre a terra, e que este tempo será marcado principalmente por uma multiplicação extraordinária do "conhecimento". Esse avanço na transmissão do saber em toda a terra se iniciou com a criação da informática e do mundo virtual, a partir do século XX.

É interessante entendermos que todo esse conhecimento que está se espalhando rapidamente sobre a terra hoje está misturado, ou seja, cresce rápido o conhecimento de coisas boas para a humanidade (melhoria da educação, da qualidade de vida, da saúde, etc), como também aumentam terrivelmente os conhecimentos destrutivos para o homem (aumento da maldade, da violência, de competições egoístas entre as nações, etc). E não há como impedir isso, pois é a própria inteligência humana que nos leva a seguir desta maneira. Então, obviamente entramos numa contagem regressiva para o fim.

No entanto, há uma saída para esta trágica situação; nem tudo está perdido. De acordo com a palavra de Deus, os seres humanos, antes de serem matéria, também são espíritos, e consequentemente habitam em duas dimensões distintas: a material e a espiritual. A saída que o nosso Criador nos dá se encontra exatamente na dimensão espiritual, e está declarada num acordo ou aliança feita entre Ele e os homens, a saber:

"Naqueles dias César Augusto publicou um decreto ordenando o recenseamento de todo o império romano. (...) Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galiléia para a Judéia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi. Ele foi a fim de alistar-se, com Maria, que lhe estava prometida em casamento e esperava um filho. Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. (...) Havia pastores que estavam nos campos próximos e (...) um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura". De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor". (...) Então correram para lá e encontraram Maria e José, e o bebê deitado na manjedoura." (Lucas 2:1-16)

Enquanto comiam, Jesus tomou o pão, deu graças, partiu-o, e o deu aos seus discípulos, dizendo: "Tomem e comam; isto é o meu corpo". Em seguida tomou o cálice, deu graças e o ofereceu aos discípulos, dizendo: "Bebam dele todos vocês. Isto é o meu sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, para perdão de pecados. (Mateus 26:26-28)

Então, a saída para a condenação que já está decretada para toda a humanidade é crer em Cristo e aceitar este acordo ou aliança que o nosso Criador está fazendo através de Seu Filho Jesus Cristo a fim de nos livrar desse juízo. 

Não foi à tôa que Cristo foi enviado até nós; Ele veio para nos dar uma chance única de sermos salvos do juízo da morte eterna, e herdarmos a graça da vida eterna. Se crermos n'Ele de todo o coração e o obedecermos, ainda que soframos a morte física não sofreremos a espiritual, que é infinitamente pior do que a anterior, visto que é para sempre. Por isso, Cristo falou:

Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?" (João 11:25,26)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo(a) ao Blog Sala Gospel. Sua mensagem será avaliada e se obedecer aos critérios de boa conduta será postada em breve. Agradecemos a compreensão.

Sigam-me - Considerações sobre Mateus capítulo 4 - Parte 3

 Em breve mais uma postagem. Aguardem! ☺️