segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Estamos no fim dos tempos.


Atualmente, podemos observar um grande avanço na tecnologia que se acelera com o passar dos anos, principalmente no que se refere à transmissão de informações. Hoje, se quisermos, nós ficamos sabendo o que está acontecendo no mundo inteiro em questão de segundos, e não somente isso, mas também podemos aprender coisas novas a partir de conhecimentos que estão espalhados ao redor de todo o planeta com muita facilidade, ainda que estejam expressos numa língua diferente da nossa. 

Algumas pessoas acham que isso é bom, contudo, não conseguem ver nada mais do que um desenvolvimento natural ligado à inteligência humana. 

De fato, se observarmos esse desenvolvimento com os olhos naturais, ou somente pela visão material e natural das coisas, ele irá aparentar algo comum e que de qualquer maneira teria de acontecer com o passar do tempo. Porém, ele é descrito na palavra de Deus como UM DOS SINAIS de um determinado acontecimento:

Mas você, Daniel, feche com um selo as palavras do livro até o tempo do fim. Muitos irão ali e acolá para aumentarem o conhecimento. (Daniel 12:4, NVI)

E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará. (Daniel 12:4, ACRF)

Lendo este trecho do livro de Daniel, constante no Antigo Testamento da Bíblia, notamos que haverá sim um tempo final para a humanidade sobre a terra, e que este tempo será marcado principalmente por uma multiplicação extraordinária do "conhecimento". Esse avanço na transmissão do saber em toda a terra se iniciou com a criação da informática e do mundo virtual, a partir do século XX.

É interessante entendermos que todo esse conhecimento que está se espalhando rapidamente sobre a terra hoje está misturado, ou seja, cresce rápido o conhecimento de coisas boas para a humanidade (melhoria da educação, da qualidade de vida, da saúde, etc), como também aumentam terrivelmente os conhecimentos destrutivos para o homem (aumento da maldade, da violência, de competições egoístas entre as nações, etc). E não há como impedir isso, pois é a própria inteligência humana que nos leva a seguir desta maneira. Então, obviamente entramos numa contagem regressiva para o fim.

No entanto, há uma saída para esta trágica situação; nem tudo está perdido. De acordo com a palavra de Deus, os seres humanos, antes de serem matéria, também são espíritos, e consequentemente habitam em duas dimensões distintas: a material e a espiritual. A saída que o nosso Criador nos dá se encontra exatamente na dimensão espiritual, e está declarada num acordo ou aliança feita entre Ele e os homens, a saber:

"Naqueles dias César Augusto publicou um decreto ordenando o recenseamento de todo o império romano. (...) Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galiléia para a Judéia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi. Ele foi a fim de alistar-se, com Maria, que lhe estava prometida em casamento e esperava um filho. Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. (...) Havia pastores que estavam nos campos próximos e (...) um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados. Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura". De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor". (...) Então correram para lá e encontraram Maria e José, e o bebê deitado na manjedoura." (Lucas 2:1-16)

Enquanto comiam, Jesus tomou o pão, deu graças, partiu-o, e o deu aos seus discípulos, dizendo: "Tomem e comam; isto é o meu corpo". Em seguida tomou o cálice, deu graças e o ofereceu aos discípulos, dizendo: "Bebam dele todos vocês. Isto é o meu sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, para perdão de pecados. (Mateus 26:26-28)

Então, a saída para a condenação que já está decretada para toda a humanidade é crer em Cristo e aceitar este acordo ou aliança que o nosso Criador está fazendo através de Seu Filho Jesus Cristo a fim de nos livrar desse juízo. 

Não foi à tôa que Cristo foi enviado até nós; Ele veio para nos dar uma chance única de sermos salvos do juízo da morte eterna, e herdarmos a graça da vida eterna. Se crermos n'Ele de todo o coração e o obedecermos, ainda que soframos a morte física não sofreremos a espiritual, que é infinitamente pior do que a anterior, visto que é para sempre. Por isso, Cristo falou:

Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?" (João 11:25,26)

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

A fome e a sede da justiça de Deus.


Acontece algo curioso com todas as pessoas: chega um determinado momento em nossas vidas (independenetemente de idade!) em que nada do que fazemos parece nos saciar. 

Mesmo que sigamos o nosso coração e busquemos satisfazer todos os nossos desejos e vaidades com coisas deste mundo (namorar, casar, ter filhos, ter um bom emprego, ter muitos amigos, ser famoso(a), ser popular, ser desejado(a), ser atraente fisicamente, etc); ou, mesmo que sejamos praticantes de meditação, fiéis as nossas religiões, tenhamos muitos bens materiais ou possamos fazer coisas que a maioria das pessoas não teriam condições de fazer, ainda assim não nos sentimos plenos.

E por que será que isso acontece? Por que será que todos os seres humanos sentem uma necessidade que não pode ser suprida por nada deste mundo?

A resposta é que somos seres espirituais (feitos à imagem e semelhança de DEUS!), além de sermos materiais; e ser assim faz com que nossas almas tenham um espaço que só pode ser preenchido por coisas que somente o nosso Criador pode dar: o Seu poder e o Seu conhecimento. E essas coisas não são encontradas senão, n'Ele mesmo. Por isso precisamos ir ao encontro d'Ele, buscando sua presença de todo o coração, se quisermos mesmo parar de viver em vão, e fazer coisas inutilmente.

Deus só pode ser encontrado em Cristo, e se revela a nós através de Sua palavra!

Quando lemos e meditamos na palavra de Deus, buscando-o de todo o coração, Ele se revela a nós, e sacia a fome e a sede da justiça d'Ele que há em nossas almas:

"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei. Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. Eu me deixarei ser encontrado por vocês", declara o Senhor. (Jeremias 29:11-14)

"Estão chegando os dias”, declara o SENHOR, o Soberano, “em que enviarei fome a toda esta terra; não fome de comida nem sede de água, mas fome e sede de ouvir as palavras do SENHOR." (Amós 8:11)

Vendo as multidões, Jesus subiu ao monte e se assentou. Seus discípulos aproximaram-se dele, e ele começou a ensiná-los, dizendo: "Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados. Bem-aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos." (Mateus 5:1-6)

"O pão de Deus é aquele que desceu do céu e dá vida ao mundo." Disseram eles: "Senhor, dá-nos sempre desse pão!" Então Jesus declarou: "Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede." (João 6:33-35)

Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti! Todo o meu ser anseia por ti, numa terra seca, exausta e sem água. Quero contemplar-te no santuário e avistar o teu poder e a tua glória. O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. Eu te bendirei enquanto viver, e em teu nome levantarei as minhas mãos. A minha alma ficará satisfeita como de rico banquete; com lábios jubilosos a minha boca te louvará. Quando me deito lembro-me de ti; penso em ti durante as vigílias da noite. Porque és a minha ajuda, canto de alegria à sombra das tuas asas. A minha alma apega-se a ti; a tua mão direita me sustém. (Salmos 63:1-8)


Você não está só!



Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo. Tão certo como nasce o sol, ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra. (Oséias 6:3)

O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor? O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo? Quando homens maus avançarem contra mim para destruir-me, eles, meus inimigos e meus adversários, é que tropeçarão e cairão. Ainda que um exército se acampe contra mim, meu coração não temerá; ainda que se declare guerra contra mim, mesmo assim estarei confiante. Uma coisa pedi ao Senhor, é o que procuro: que eu possa viver na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a bondade do Senhor e buscar sua orientação no seu templo. Pois no dia da adversidade ele me guardará protegido em sua habitação; no seu tabernáculo me esconderá e me porá em segurança sobre um rochedo. Então triunfarei sobre os inimigos que me cercam. (Salmos 27:1-6)

Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá. Ensina-me o teu caminho, Senhor; conduze-me por uma vereda segura por causa dos meus inimigos. (Salmos 27:10,11)

A riqueza dos ricos é a sua cidade fortificada, eles a imaginam como um muro que é impossível escalar. Antes da sua queda o coração do homem se envaidece, mas a humildade antecede a honra. Quem responde antes de ouvir, comete insensatez e passa vergonha. O espírito do homem o sustenta na doença, mas o espírito deprimido, quem o levantará? O coração do que tem discernimento adquire conhecimento; os ouvidos dos sábios saem à sua procura. (Provérbios 18:11-15)

Disse o Senhor Jesus Cristo: "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". (Mateus 11:28-30)

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Deus deu a todos talentos e dons!


Muitas vezes, nós cristãos achamos que só estaremos servindo a Deus se estivermos cantando, profetizando, pregando ou ensinando a palavra num púlpito de igreja. No entanto, isso é um grande engano. Deus nos dá talentos e dons dos mais variados para que sejam usados na divulgação de Seu Reino, e também no cuidado da Sua igreja. 

Todas as pessoas têm algum dom ou talento; são coisas que elas se saem muito bem ao fazerem, e que se bem utilizadas podem, sim, contribuir grandemente para a anunciação do Reino de Deus na terra. 

Se você não se encaixa nos chamados musical, de ensino da palavra, de pregação ou de profecia, por exemplo, isso não quer dizer absolutamente que Deus não possa lhe usar para atrair pessoas para Seu Reino, ou para cuidar de pessoas no convívio eclesiástico. 

Então, esses talentos e/ou dons que você talvez tenha desanimado de usar, ou que simplesmente deixou de usar por causa das outras atividades que tem para fazer; ou, ainda, aquele que talvez você esteja usando para simplesmente sobreviver ou se sobressair secularmente, sejam a forma de como Deus espera e quer se manifestar através da sua vida na divulgação da mensagem de salvação ao mundo.

Preste atenção em si mesmo(a), porque certamente há em você algum dom ou talento especial que lhe foi dado, para que, antes de mais nada, sirva para anunciar as boas novas de salvação. Deus não dá talentos e dons em vão às pessoas: sempre, antes de qualquer coisa, eles devem ser usados em Sua maravilhosa obra.   

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

How Jesus loves your church!



Before your ascension to heaven Jesus Christ prayed for your church: 

"I pray for them. I am not praying for the world, but for those you have given me, for they are yours. All I have is yours, and all you have is mine. And glory has come to me through them. I will remain in the world no longer, but they are still in the world, and I am coming to you. Holy Father, protect them by the power of your name, the name you gave me, so that they may be one as we are one. While I was with them, I protected them and kept them safe by that name you gave me. None has been lost except the one doomed to destruction so that Scripture would be fulfilled. "I am coming to you now, but I say these things while I am still in the world, so that they may have the full measure of my joy within them." (John 17:9-13)

domingo, 20 de agosto de 2017

You are blessed


Turn from evil and do good; then you will dwell in the land forever. For the LORD loves the just and will not forsake his faithful ones. Wrongdoers will be completely destroyed; the offspring of the wicked will perish. The righteous will inherit the land and dwell in it forever. The mouths of the righteous utter wisdom, and their tongues speak what is just. The law of their God is in their hearts; their feet do not slip. (Psalms 37:27-31)

sábado, 19 de agosto de 2017

O Senhor ama e conduz Sua igreja.


Confie no Senhor.


Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares. Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. (Josué 1:7-9) - Atenção: Se Cristo é Rei e Salvador em nós, devemos lembrar que agora estamos numa Nova Aliança com Deus, superior à primeira, e que temos de obedecer ao ensino de Cristo, pois este é o que rege este novo acordo, e não à antiga lei dada a Moisés (esta regia o antigo acordo, ou a antiga aliança estabelecida entre Deus e Abraão). Portanto, teremos de "ter o cuidado de fazer conforme tudo o que Cristo ensinou".

Disse o Senhor Jesus: "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele." (João 14:21)

Porque tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam. Doutra maneira, teriam deixado de se oferecer, porque, purificados uma vez os ministrantes, nunca mais teriam consciência de pecado. Nesses sacrifícios, porém, cada ano se faz comemoração dos pecados, Porque é impossível que o sangue dos touros e dos bodes tire os pecados. Por isso, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, Mas corpo me preparaste; Holocaustos e oblações pelo pecado não te agradaram. Então disse: Eis aqui venho(No princípio do livro está escrito de mim),Para fazer, ó Deus, a tua vontade. Como acima diz: Sacrifício e oferta, e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem te agradaram (os quais se oferecem segundo a lei). Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo. Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez. (Hebreus 10:1-10)



Deus é maravilhoso.




quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Segurança


Quem me ouvir viverá em segurança e estará tranqüilo, sem temer nenhum mal. (Provérbios 1:33)

Encheste o meu coração de alegria, alegria maior do que a daqueles que têm fartura de trigo e de vinho. Em paz me deito e logo adormeço, pois só tu, Senhor, me fazes viver em segurança. (Salmos 4:7,8)

Eu mesmo já vi um insensato lançar raízes, mas de repente a sua casa foi amaldiçoada. Seus filhos longe estão de desfrutar segurança, maltratados nos tribunais, não há quem os defenda. Os famintos devoram a sua colheita, tirando-a até do meio dos espinhos, e os sedentos sugam a sua riqueza. Pois o sofrimento não brota do pó, e as dificuldades não nascem do chão. No entanto o homem nasce para as dificuldades tão certamente como as fagulhas voam para cima. "Mas, se fosse comigo, eu apelaria para Deus; apresentaria a ele a minha causa. Ele realiza maravilhas insondáveis, milagres que não se pode contar. (Jó 5:3-9)

Não se aborreça por causa dos homens maus e não tenha inveja dos perversos; pois como o capim logo secarão, como a relva verde logo murcharão. Confie no Senhor e faça o bem; assim você habitará na terra e desfrutará segurança. Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração. Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá: Ele deixará claro como a alvorada que você é justo, e como o sol do meio-dia que você é inocente. Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros, nem com aqueles que maquinam o mal. (Salmos 37:1-7)

O mundo odeia Cristo.


Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. (João 3:16-20)

Olha para os meus inimigos, pois se vão multiplicando e me odeiam com ódio cruel. (Salmos 25:19)

Os meus inimigos estão vivos e são fortes, e os que sem causa me odeiam se multiplicam. Os que dão mal pelo bem são meus adversários, porquanto eu sigo o que é bom. (Salmos 38:19,20)

Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada. Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do Senhor. Mas o que pecar contra mim violentará a sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte. (Provérbios 8:34-36)

Lembrem-se das palavras que eu lhes disse: nenhum escravo é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à minha palavra, também obedecerão à de vocês. Tratarão assim vocês por causa do meu nome, pois não conhecem aquele que me enviou. Se eu não tivesse vindo e lhes falado, não seriam culpados de pecado. Agora, contudo, eles não têm desculpa para o seu pecado. Aquele que me odeia, também odeia o meu Pai. Se eu não tivesse realizado no meio deles obras que ninguém mais fez, eles não seriam culpados de pecado. Mas agora eles as viram e odiaram a mim e a meu Pai. Mas isto aconteceu para se cumprir o que está escrito na Lei deles: ‘Odiaram-me sem razão’. (João 15:20-25)

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Está difícil? Louve!



Sobrevieram, porém, uns judeus de Antioquia e de Icônio que, tendo convencido a multidão, apedrejaram a Paulo e o arrastaram para fora da cidade, cuidando que estava morto. Mas, rodeando-o os discípulos, levantou-se, e entrou na cidade, e no dia seguinte saiu com Barnabé para Derbe. E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, e Icônio e Antioquia, Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus. (Atos 14:19-22)

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. (Romanos 5:1-5)

Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas. (Apocalipse 4:11)

Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação. O Senhor Soberano é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; ele me habilita a andar em lugares altos. (Habacuque 3:17-19)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Ele é o Rei dos reis, o Senhor dos senhores!


O amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão. Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas. Mando-te diante de Deus, que todas as coisas vivifica, e de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos deu o testemunho de boa confissão, Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo; A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso Senhor, Rei dos reis e Senhor dos senhores; Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém. (1 Timóteo 6:10-16)

Vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. E estava vestido de veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus. E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores. (Apocalipse 19:11-16)

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

A Luz do mundo


Disse o Senhor Jesus Cristo: "Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo." (João 9:4,5)

Disse o apóstolo João acerca do Senhor Jesus Cristo: "Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam." (João 1:9-11)

Jesus clamou, e disse: Quem crê em mim, crê, não em mim, mas naquele que me enviou. E quem me vê a mim, vê aquele que me enviou. Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. (João 12:44-46)

Esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas. Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade. Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. (1 João 1:5-7)



Oportunidade única e maravilhosa


Observe que Jesus Cristo veio anunciar um LUGAR fora deste mundo, um lugar real e puro, e que nós podemos estar nesse lugar; Ele não veio fundar uma nova religião.

Então, o homem Jesus Cristo veio até nós, anunciou a todos a Nova Aliança que o Nosso Criador decidiu estabelecer com os homens que criou a sua imagem e semelhança, em seguida morreu em sacrifífio e ressuscitou para sinalizar e selar esse pacto, tornando possível à humanidade entrar em seu Reino de Vida Eterna simplesmente crendo n'Ele e aderindo a esta aliança.

Agora a escolha está conosco. O tempo de escolher está chegando ao fim. Passaram-se mais de dois mil anos, tempo suficiente para a humanidade ter acesso a esta boa nova, e também tempo suficiente para que todos vejam que os sinais descritos na Bíblia foram e estão sendo cumpridos. 

Leia o que Cristo falou:

"Porque assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra no Ocidente, assim será a vinda do Filho do homem. Onde houver um cadáver, aí se ajuntarão os abutres. "Imediatamente após a tribulação daqueles dias ‘o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu, e os poderes celestes serão abalados’. "Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória." (Mateus 24:27-30)

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:6)

"E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna." (Mateus 25:31-46)  

O governo de Jesus Cristo


Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei. (Salmos 91:1,2)

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. (Mateus 11:28-30)

A dimensão eterna


Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus. (Salmos 90:2)

O SENHOR reina; está vestido de majestade. O SENHOR se revestiu e cingiu de poder; o mundo também está firmado, e não poderá vacilar. O teu trono está firme desde então; tu és desde a eternidade. (Salmos 93:1,2)

A misericórdia do Senhor é desde a eternidade e até a eternidade sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos; Sobre aqueles que guardam a sua aliança, e sobre os que se lembram dos seus mandamentos para os cumprir. (Salmos 103:17,18)

Adore ao Rei dos reis!


Ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém. (1 Timóteo 1:17)


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Graças a Deus por tudo!


Está escrito:

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." (Romanos 8:28)

"Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo." (Efésios 5:20)

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Louvor e adoração


"Bendito seja o Senhor Deus, o Deus de Israel, que só ele faz maravilhas. E bendito seja para sempre o seu nome glorioso; e encha-se toda a terra da sua glória. Amém e Amém." (Salmos 72:18,19)

Louvor e adoração


"Ofereçam música a Deus, cantem louvores! Ofereçam música ao nosso Rei, cantem louvores! Pois Deus é o rei de toda a terra; cantem louvores com harmonia e arte." (Salmos 47:6,7)

O melhor!


Pense nisso com carinho...
E para pensar melhor, aí vão algumas palavras importantes que o SenhorJesus Cristo nos fala:

"Se alguém me ama, guardará a minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos nele morada." (João 14:23)

"Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo." (Apocalipse 3:20)



sexta-feira, 28 de julho de 2017

Acenda a Luz de Cristo!


Falando novamente ao povo, Jesus disse: "Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida." (João 8:12)

"Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo." (João 9:5)

"Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas." (João 12:46)

Deixe Deus reinar em sua vida!


Disse o Senhor Jesus usando o Apóstolo Paulo de Tarso:

"Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida, por meio de um único homem, Jesus Cristo. Conseqüentemente, assim como uma só transgressão resultou na condenação de todos os homens, assim também um só ato de justiça resultou na justificação que traz vida a todos os homens." (Romanos 5:17,18)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

O mundo não lhe ama...


E eis a verdade, que os principados deste mundo jamais lhe dirão:

Disse o Senhor Jesus Cristo: 

"Ninguém viu o Pai, a não ser aquele que vem de Deus; somente ele viu ao Pai. Asseguro-lhes que aquele que crê tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida." (João 6:46-48)
"Não estou buscando glória para mim mesmo; mas, há quem a busque e julgue. Asseguro-lhes que, se alguém guardar a minha palavra, jamais verá a morte." (João 8:50,51)
"Eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Conselheiro não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Do pecado, porque os homens não crêem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e vocês não me verão mais;e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está condenado." (João 16:7-11)



segunda-feira, 24 de julho de 2017

Louvor e adoração


Louvai ao Senhor. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder. Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza. (Salmos 150:1,2)

terça-feira, 18 de julho de 2017

Já tenho Jesus no meu coração...

Nesses 22 anos de caminhada na fé, enquanto evangelizo, tenho ouvido muito a frase "já tenho Jesus no meu coração", quando pergunto se a pessoa deseja aceitar Jesus Cristo como seu Senhor e suficiente salvador, depois que a palavra de Deus e as boas novas do Reino são anunciadas.

O Brasil é considerado um país cristão, pois a maioria dos habitantes se declara católica ou evangélica. Contudo, dizer que é católico ou evangélico não confirma que Cristo está mesmo dentro do coração de alguém. 

A maioria das pessoas que dizem "já tenho Jesus em meu coração" não o conhecem de fato; e isso é bem simples de notar, pois uma boa parte delas nem sequer sabe realmente porque Jesus teve que morrer crucificado e ressuscitar em seguida, quando abordadas sobre o assunto, por exemplo.

De fato, muitos são cristãos por causa da tradição cultural, e nem sequer acreditam que o conteúdo bíblico é verdadeiro e que Jesus Cristo realmente EXISTE

Muitos desconhecem que Deus é UMA PESSOA e ESTÁ VIVO, algo que está claramente expresso nas escrituras (leia Jó 19:25 e Atos 10:38-43); desconhecem também que para Ele estar dentro do coração de alguém, ou fazer parte da vida de alguém, é necessário seguir um "protocolo". Ele é simples, contudo, se não for feito, de maneira alguma Jesus Cristo poderá entrar no coração de um indivíduo. Este importante protocolo está devidamente publicado nas escrituras bíblicas e falarei sobre ele a seguir.

Precisamos ter o conhecimento de que Deus não trabalha aleatoriamente, ou movido por aparências e sentimentos. Ele estabeleceu alianças ou acordos com os homens, que tem como base leis e regras para cada caso dentro desses "contratos", e estas leis e regras são cumpridas à risca por Ele. De fato, Ele não age sem cumprí-las. Foi assim na Antiga Aliança (ou Antigo Testamento), e está sendo assim na Nova (Novo Testamento).

E é aí onde mora o problema! A maioria das pessoas que dizem ter Jesus dentro de seus corações não conhecem estes acordos e nem cumprem nenhum deles; elas são apenas SIMPATIZANTES de Jesus Cristo, e não SALVAS/REMIDAS por Ele e SUBMISSAS a Ele, ou ainda, não são HERDEIRAS DA VIDA ETERNA.

Segundo a nova aliança estabelecida entre Deus e os homens, o Senhor Jesus Cristo só se encontra nos corações das pessoas que o aceitaram como Rei (ou Único Senhor, ou Principal Governo) sobre suas vidas e como Salvador (ou redentor/justificador) diante do Pai, tendo declarado conscientemente essa condição perante alguma testemunha ou em público!

Claro, que, podem acontecer situações onde o sujeito não declarou Jesus Cristo seu Senhor e Salvador diante de testemunhas físicas, mas, ACREDITOU n'Ele e fez isso em pensamento após ter tido contato com a mensagem de salvação antes de morrer, por exemplo, num leito de hospital ou em uma outra condição onde não tivesse como falar com alguém, ou não pudesse falar. Nesse caso, as testemunhas são o Espírito de Deus e os anjos d'Ele. O Pai leva isso em consideração também, e aceita a confissão, se for feita de todo o coração.

O primeiro acordo estabelecido por Deus com os homens (chamado de Antiga Aliança) foi feito entre Deus e Abrão, e a adesão a esta primeira aliança exigia o cumprimento do seguinte protocolo:

"Quando Abrão estava com noventa e nove anos de idade o Senhor lhe apareceu e disse: Eu sou o Deus Todo-poderoso; ande segundo a minha vontade e seja íntegro. (...) Não será mais chamado Abrão; seu nome será Abraão, porque eu o constituí pai de muitas nações.(...) Esta é a minha aliança com você e com os seus descendentes, aliança que terá que ser guardada: Todos os do sexo masculino entre vocês serão circuncidados na carne. Terão que fazer essa marca, que será o sinal da aliança entre mim e vocês. Da sua geração em diante, todo menino de oito dias de idade entre vocês terá que ser circuncidado, tanto os nascidos em sua casa quanto os que forem comprados de estrangeiros e que não forem descendentes de vocês. Sejam nascidos em sua casa, sejam comprados, terão que ser circuncidados. Minha aliança, marcada no corpo de vocês, será uma aliança perpétua. Qualquer do sexo masculino que for incircunciso, que não tiver sido circuncidado, será eliminado do meio do seu povo." (Gênesis 17:1-14, NVI)

Deus só fez esta aliança com Abrão por que este ACREDITOU n'Ele, quando o Senhor disse que daria a Abrão uma grande descedência MIRACULOSAMENTE, visto que Abrão e Sarai já eram idosos e não podiam mais ter filhos (e, antes de ser idosa, Sarai era também estéril!):

"O Senhor falou a Abrão numa visão: 'Não tenha medo, Abrão! Eu sou o seu escudo; grande será a sua recompensa!' Mas Abrão perguntou: 'Ó Soberano Senhor, que me darás, se continuo sem filhos e o herdeiro do que possuo é Eliézer de Damasco?' E acrescentou: 'Tu não me deste filho algum! Um servo da minha casa será o meu herdeiro!' Então o Senhor deu-lhe a seguinte resposta: 'Seu herdeiro não será esse. Um filho gerado por você mesmo será o seu herdeiro'. Levando-o para fora da tenda, disse-lhe: 'Olhe para o céu e conte as estrelas, se é que pode contá-las'. E prosseguiu: 'Assim será a sua descendência'. Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça." (Gênesis 15:1-6, NVI)

O segundo acordo que Deus fez com os homens (chamado de Nova Aliança), que logicamente, substitui o primeiro, pois, foi feito entre Deus e toda a humanidade (pois o desejo de Deus não é somente salvar algumas pessoas, mas a todos que crerem e se submeterem as leis deste novo acordo de todo o coração), obedece ao seguinte protocolo:

  • Crer que Jesus Cristo homem, ou o Filho do homem, foi feito Filho unigênito de Deus na condição de ser humano sem pecado para ser morto em sacrifício a fim de pagar o preço pelas transgressões de toda a humanidade diante do Pai (Leia João 1:14; João 3:16-18; Romanos 5:8-9);
  • Crer que Jesus Cristo homem tomou posse da autoridade sobre toda a terra ao ressuscitar (ou tomou posse do domínio que Adão perdeu ao pecar contra Deus e que foi entregue a Satanás), tornando-se governo supremo eternamente sobre tudo e todos, o que lhe dá o título de Rei Soberano ou de Senhor Soberano, tornando-o único mediador entre Deus e os homens, ou o único caminho para que um indivíduo se reconcilie com seu Criador e se torne herdeiro da vida eterna (Leia 2Coríntios 5:18; Filipenses 2:9-11; 1Timóteo 2:4-6; Tito 3:7)
  • Declarar publicamente esta fé, na presença de testemunhas (salvo as condições citadas no sexto parágrafo deste texto), batizando-se nas águas (Leia Romanos 10:9,10; Mateus 28:19).

Lembrando que a Bíblia mostra uma exceção no cumprimento das condições deste novo acordo, que encontra-se no trecho a seguir:

"Havia uma inscrição acima dele, que dizia: ESTE É O REI DOS JUDEUS. Um dos criminosos que ali estavam dependurados lançava-lhe insultos: 'Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!' Mas o outro criminoso o repreendeu, dizendo: 'Você não teme a Deus, nem estando sob a mesma sentença? Nós estamos sendo punidos com justiça, porque estamos recebendo o que os nossos atos merecem. Mas este homem não cometeu nenhum mal'. Então ele disse: 'Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino'. Jesus lhe respondeu: 'Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso'." (Lucas 23:38-43, NVI)

Dá para perceber que bastou apenas o criminoso deixar claro com suas palavras que acreditava que aquele homem crucificado ao seu lado era o justificador dele diante do Pai e era o Senhor, na presença do outro que escarneceu a Cristo, dos guardas e outras pessoas que ali estavam, que imediatamente recebeu d'Ele o perdão de seus pecados e a herança da vida eterna.

Aquele homem não teve tempo de se batizar nas águas e tampouco de se juntar aos que creram, a fim de cultuar ao Senhor, ou participar da Santa Ceia, pois morreu pouco tempo depois de sua confissão. Isso não quer dizer, absolutamente, que podemos viver como quisermos depois que recebemos Jesus Cristo como Senhor e Salvador das nossas vidas; se estamos ainda neste mundo, teremos que congregar com pessoas que professem a mesma fé (Leia Mateus 18:20, Hebreus 10:23-25), confirmar a confissão de fé com o batismo nas águas e celebrar a Santa Ceia (1Coríntios 11:23-26) conforme o Senhor Jesus Cristo ordenou.    

Então, temos liberdade de acreditar em Deus a nossa maneira e de dizer que Jesus está dentro dos nossos corações, contudo, isso não quer dizer que somos submissos a Ele e somos herdeiros da vida eterna que Ele promete dar. Não é Deus quem tem de se adaptar as nossas condições, e sim, nós as d'Ele, se realmente quizermos estar com Ele aqui e na eternidade, para sempre.

Uma curiosidade: quando Jesus falou as palavras abaixo, Ele não estava se dirigindo a pessoas que não acreditavam n'Ele, e sim, para uma igreja chamada Laodicéia!

"Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." (Apocalipse 3:20)


Missionária Oriana Costa

quinta-feira, 13 de julho de 2017

AINDA HÁ TEMPO!

Atualmente, com tanto conhecimento circulando pelo mundo numa velocidade alucinante, e com tantas coisas para fazer, as vinte e quatro horas do dia se tornam poucas para darmos conta de tudo.

E, é claro, isso nos faz viver sempre ocupados e preocupados com muitas coisas. Nós passamos a maior parte do nosso tempo nesse mundo opinando sobre vários assuntos, julgando situações e pessoas conforme nossas maneiras de pensar. Nós estudamos, trabalhamos, abraçamos causas, lutamos pela realização dos nossos sonhos, e acabamos esquecendo de um detalhe importante...

Tudo isso vai passar; um dia, vamos deixar este mundo físico, mas, iremos continuar. 

Você deve estar se perguntando: Continuar? Como, se vamos morrer em algum momento e a morte é o fim??? - Porém, é um grande engano pensar que ao morrermos fisicamente tudo termina. A morte física não é o fim das nossas existências! 

A continuidade das nossas existências se dá na eternidade. Muitos desconhecem o fato de que nós existimos em duas dimensões: a física e a eterna. Na dimensão física nós deixaremos de existir um dia, mas, na eterna, nós continuamos a existir para sempre. E essa continuidade poderá ser boa ou ruim, dependendo de nossas escolhas enquanto estivermos no mundo material. 

A boa notícia é que há uma chance de escolhermos como ficaremos eternamente, enquanto estamos neste mundo. Se deixarmos a dimensão física sem termos feito esta escolha, automaticamente continuaremos a existir eternamente, porém, não será numa condição boa.

Isso acontece porque há leis regendo todo o universo, bem como nossas existências nas duas dimensões, e que foram instituidas pelo nosso Criador. Então, as coisas não estão soltas; tudo existe e está acontecendo de acordo com essas leis, e elas não falham jamais. A Bíblia é o documento enviado por Deus a fim de nos informar sobre essas leis com detalhes.

Nosso Criador não deixou as coisas ao léu, jogadas ao acaso, mas estabeleceu regras a fim de reger as duas dimensões, e também acordos com o homem que criou a sua imagem e semelhança, especialmente depois que este quebrou o pacto de vida eterna, o primeiro que foi estabelecido entre Deus e a humanidade no início deste mundo.

Deus não se agradou em ver os indivíduos que Ele havia criado a Sua imagem e semelhança serem condenados a ficarem fora de Seu Reino para sempre, ou seja, condenados à morte eterna. A morte eterna não é o fim da existência de alguém, mas, é existir na dimensão eterna sem conforto algum, pelo simples fato de estar desligado ou separado de Deus.

Se você já sentiu algum desconforto neste mundo, imagine isso PARA SEMPRE, sem nenhum instante de alívio! Deus não quer isso para nós, pois Ele nos ama. Ele avisou ao primeiro homem o que aconteceria a ele e a toda a sua descendência caso ele quebrasse o acordo. E mesmo vendo que nos condenamos eternamente, ainda providenciou um escape nos dando a chance de escolher mudar a situação.     

Não temos como reverter esta condenação de nós mesmos, por isso, Ele enviou Seu Filho Jesus Cristo na forma humana (semelhante ao que era o primeiro homem antes de pecar), para nos dar esta chance de escolher. 

Conforme o que nos informa a Bíblia, sabemos que Cristo morreu sacrificado para cumprir o antigo acordo (feito com apenas um homem, chamado Abrão), mas, o Pai ressuscitou-o fisicamente estabelecendo um novo acordo (feito com todos os homens), superior ao antigo, e desde então Ele vive para sempre em Seu Reino. 

Isto prova que Deus perdoou toda a humanidade, e a vontade d'Ele para nós ainda é que estejamos em Seu Reino e tenhamos vida eterna

De acordo com o novo pacto, quem crer e receber Cristo como seu salvador ou redentor, aceitando-o como Senhor sobre sua vida (o que implica em cumprir conscientemente as regras do novo pacto que estão descritas no Novo Testamento da Bíblia), continuará eternamente dentro do Reino de Deus. 

Quem não acreditar n'Ele, continuará na dimensão eterna, mas fora do Reino; e estar fora do Reino de Deus é a morte para sempre, ou segunda morte, que não pode ser revertida. 

Se você ainda não fez sua escolha e está lendo esta mensagem, é porque ainda há tempo de optar. Não desperdice esta oportunidade. Pense bem. 

Se você escolher crer em Jesus Cristo, fale para Ele que deseja a salvação, pedindo a Ele para entrar em seu coração e ser o Seu Senhor. Em seguida, procure por outras pessoas que também já fizeram esta mesma escolha e se junte a elas para conhecer o ensino de Cristo (ou, procure uma igreja cristã), pois você precisará aprender as regras deste novo acordo para poder cumprí-las.

Missionária Oriana Costa.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Sua existência na eternidade...


Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. (Romanos 10:9,10)

Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. (Romanos 10:13)

Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. (Marcos 16:15,16)

Aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo. (Mateus 24:13)

Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. (João 3:16-18)



sexta-feira, 23 de junho de 2017

Suas postagens lhe denunciam...

Estamos no século 21, a era digital, um tempo onde o conhecimento se alastra assustadoramente pela face da terra. O instrumento que torna possível essa rapidez no avanço do compartilhamento do conhecimento é a internet.

Existem muitos sites, páginas, redes sociais, etc., onde são compartilhadas milhares de informações a cada fração de segundo no mundo. E um fenômeno muito interessante, que veio com esse avanço na transmissão do conhecimento, foi que "as pessoas passaram a se expor mais", sem se darem conta disso. 

Dando uma olhada nas redes sociais podemos ver como isso é real. Para alguém expor sua vida na internet não é preciso muito; só a postagem de fotos já denunciam muitas coisas, como, por exemplo, o que gostamos de comer, onde gostamos de ir, viagens que fizemos, quem são nossos amigos e parentes, onde moramos (ainda que não forneçamos o endereço), dentre outras informações.

Em primeira instância, isso pode não parecer perigoso a nossa segurança; mas, de fato, representa um alto risco, se qualquer destas informações citadas acima, ou outras que possam ser deduzidas apenas pelas fotos postadas, forem parar nas mãos de pessoas mal intensionadas. 

Muitos espertalhões se aproveitam da exposição ingênua de algumas pessoas para praticar seus crimes, e muitos ficam impunes devido à facilidade que há de alguém agir e ao mesmo tempo ocultar sua verdadeira identidade na internet.

Desta forma, várias pessoas tem deixado de postar fotos pessoais, ou de compartilhar suas rotinas nas redes sociais por causa do perigo iminente. No entanto, há alguns anos atrás, uma outra motivação me fez parar de compartilhar detalhes da minha vida pessoal na internet: o conhecimento de Cristo.

Em um determinado momento da minha caminhada com Deus, comecei a perceber que compartilhar Cristo nas redes sociais valia muito mais a pena para mim do que postar informações sobre mim mesma. Quando tomei esta decisão e iniciei minha evangelização nas redes sociais que eu participava comecei a me sentir realmente útil, e gradualmente fui percebendo que estava alcançando pessoas sedentas e famintas da justiça de Deus até em outros países.

Esta foi sem dúvida, uma direção dada pelo Espírito de Deus. Foi uma das melhores decisões que tomei em minha vida. Hoje, alcanço muito mais pessoas pela internet divulgando a mensagem de salvação e o conhecimento de Cristo para a edificação da igreja, do que se eu fizesse este mesmo trabalho nas igrejas onde sou convidada a ministrar.

Divulgar a mensagem de salvação e o conhecimento de Cristo se tornaram a prioridade da minha vida, desde então. Quem acessa meus perfis nas redes sociais não encontra nada além de Cristo, Cristo e Cristo. Todas as informações que posto convergem para Ele. 

Posso dizer que minha vida hoje está apontando para Ele, ainda que eu tenha defeitos. Descobri que a melhor coisa que eu possa fazer enquanto estiver na terra é falar d'Ele, e anunciar seu maravilhoso Reino.

Assim sendo, quando tenho oportunidade de sentar em frente ao computador ou pegar o smartphone para olhar o Instagram, Twitter ou Facebook, imediatamente vem a minha mente a lembrança da necessidade de anunciar o Reino de Deus para que pessoas sejam salvas da condenação à morte eterna, e eu acabo mesmo fazendo isso. O amor de Deus operando em nós faz exatamente assim: deseja a salvação do seu próximo.

Há alguns anos atrás, antes de tomar essa decisão, não imaginava os benefícios que eu estava perdendo (pois o Senhor recompensa e coopera com aqueles que anunciam Seu Reino), e o tempo que eu perdia sem frutificar para Deus (pois Ele deseja que frutifiquemos através da anunciação da mensagem de salvação). 

Eu finalmente entendi que precisava dar os frutos que o Senhor ensinou que deveríamos dar, e que Ele estava me dando ferramentas e oportunidades para isso dentro ou fora das denominações, usando apenas um smartphone, um notebook, ou um computador comum em qualquer lugar. 

Pois é, hoje, nossas atitudes rotineiras, conjuntamente com nossas postagens na internet de uma forma geral, nos denunciam. Elas mostram o que realmente é mais importante em nossas vidas, o que estamos priorizando, o que estamos colocando em primeiro lugar. Creio que estamos num momento em que, com a proximidade da vinda de Cristo, devemos examinar com cuidado nossas vidas e ver quais são mesmo nossas prioridades.

Um cristão verdadeiro sempre vai priorizar Cristo, e a divulgação do Seu Reino. E é claro que tudo deve ser feito com moderação, sem exageros, mas, usando com sabedoria o tempo e as oportunidades que vão surgindo para que façamos o trabalho que Ele nos designou para fazer. 

A palavra de Deus nos orienta como devemos proceder como cristãos neste mundo, sendo Sal e Luz enquanto estamos aqui, além de recebermos a direção do Espírito de Deus que nos guia em toda a verdade. Podemos ser instrumentos poderosos nas mãos do Senhor, mas, sem deixarmos de lado nossos afazeres diários, sem deixarmos de cuidar e atender aos nossos familiares, e sem deixarmos de cuidar de nós mesmos.

Há tempo para tudo debaixo do sol... Que o Senhor possa falar aos corações através desta postagem.


Missionária Oriana Costa.  


quarta-feira, 15 de março de 2017

Altos e baixos

Bem, diante de tantos acontecimentos que vivenciamos enquanto estamos em nossa peregrinação neste mundo, não poderia deixar de falar sobre os altos e baixos das nossas vidas. É mesmo assim: horas estamos em bonança, horas estamos atribulados.

E a nossa alma parece se adaptar rápido a isso. Quando as coisas estão indo bem, nossas almas ficam muito alegres, cheias de sonhos e expectativas; porém, quando não estão, nossas almas ficam angustiadas, apreensivas, abatidas e até desesperadas.

Antes de conhecer a Cristo e passar a seguir Seu ensino, eu vivia dessa maneira, horas alegre, em paz, e horas triste, angustiada e decepcionada. Conforme mudavam as situações, mudavam meus sentimentos e, paralelamente, também meu comportamento. E eu nunca fui muito boa em disfarces... Rsrsrsrs...

Não estou querendo dizer aqui que não podemos ter sentimentos, e que não podemos externá-los, mas, aprendi que é muito ruim quando nos deixamos levar por eles... Vi que eu era inconstante, mudava muito de opinião, conforme as circunstâncias me favoreciam ou não.

Após conhecer a verdade que liberta, fui confrontada comigo mesma e percebi que eu era uma pessoa insegura todo o tempo, pois não confiava em ninguém, sabia que as pessoas poderiam falhar comigo, sabia que de uma hora para outra as coisas poderiam não dar mais certo. Eu tentava ser guiada por mim mesma, pelo que eu sentia, e isso não me dava segurança alguma, pois meus sentimentos também mudavam e eu também cometia erros, ainda que me achasse muito boa e correta.

Eu fui convencida pelo Espírito de Deus que eu precisava alicerçar minha vida não em mim mesma, mas em alguém ou em alguma coisa que não mudasse o tempo todo, que não falhasse, que fosse realmente perfeita e segura. As outras pessoas (ou eu mesma) não eram boas o suficiente para me darem um suporte firme na vida, seguro, em que eu pudesse me apegar sabendo que não iria falhar.

No início da minha caminhada na fé, eu tinha Cristo em meu coração, mas ainda não sabia realmente como deixar Ele guiar meus passos. Não tinha ideia de como rejeitar tudo o que eu sentia para seguir somente a Sua palavra. Parecia que era uma luta onde a carne vencia mais e o espírito quase sempre perdia. Muitas vezes eu pensei em desistir da caminhada na fé por conta desta dificuldade, pensei em me afastar dos meus irmãos em Cristo, e de fato o fiz algumas vezes.

No entanto, o Espírito de Deus sempre me convencia de que eu precisava continuar, de que eu precisava perseverar se quisesse mesmo agradar ao Pai. O Espírito de Deus me chamou a atenção para o fato de que, se eu quisesse mesmo andar pelo espírito, ter realmente paz, estar segura e ser constante em minhas ações, vivendo realmente a realidade do Reino de Deus na terra, eu teria que aprender isso.

E Ele me mostrou que não tinha outro caminho, senão, investindo tempo em meditar nas escrituras. Eu teria que me esforçar em uma busca pela sabedoria de Deus!

Muitas vezes, nós somos levados a achar que não precisamos ler a palavra de Deus e refletir um pouco sobre o que está contido lá, por já termos algum pouco conhecimento dela; e então tiramos conclusões a partir de versículos isolados que lemos ou pregações que ouvimos, sem atentarmos para o fato que a palavra de Deus tem inúmeros versículos que estão interligados para explicar coisas materiais e coisas espirituais. Não é um, dois ou três, mas vários!

Isso quer dizer que poderemos passar a nossa vida inteira lendo e meditando sobre as mesmas coisas, sobre os mesmos assuntos, mas sempre extrairemos novas informações a partir de cada nova meditação que fizermos. Isso é algo que confirma que a palavra de Deus é realmente sobrenatural, e isso é tremendo!

Quando percebi esta realidade, imediatamente me pus a estudar a palavra e meditar nas escrituras, buscando respostas e explicações para diversos assuntos. Comecei a crescer em conhecimento, e passei a entender melhor a justiça de Deus.

Estou com 22 anos de evangelho, porém, ainda hoje estou aprendendo! Não me canso de ler e reler os mesmos versículos, pois a cada nova leitura e conexão com outros novos versículos acabo (além de ser corrigida quando preciso e consolada em momentos de dificuldade) descobrindo coisas novas, que não tinha atentado antes.

A palavra de Deus é um grande e maravilhoso quebra-cabeças que o Senhor nos convida a montar com muita atenção. A cada peça que encaixamos, vamos tendo uma melhor ideia de como é o Reino de Deus, e assim ficamos mais cheios de fé, mais convictos de Sua fidelidade no cumprimento de Suas admiráveis promessas, e de Seu grande amor por Sua criação.

Então, não importa qual seja a situação que você ou eu estejamos passando: sempre vamos precisar parar um pouco, orar (pedir a Deus discernimento) e abrir as escrituras. Busque respostas sobre o que você está passando hoje, pesquise, leia, anote, reflita, e você irá se surpreender como isto mudará a perspectiva de como você enxerga as coisas ao seu redor agora.

Quanto mais nos aproximamos de Deus através de Sua palavra, mais nos afastamos do mundo, ou melhor, mais o mundo ou os nossos sentimentos deixam de nos influenciar, pois a realidade do nosso novo espírito, recriado em Cristo, começa a ficar mais palpável e clara para nós.      

Missionária Oriana Costa

O batismo de Jesus - Considerações sobre Mateus capítulo 3 - parte 2

Novo texto em construção. Aguardem a postagem! 😉👍🏻